sexta-feira, 1 de julho de 2011

lição 1- Vivendo em sociedade

                                                     Vivendo em sociedade


                                               Enfoque bíblico

“Para que sejais irrepreensíveis                                                                                                                                                           e sinceros, filhos de Deus inculpáveis,                                                                                                                                                  no meio de uma geração corrompida                                                                                                                                                   e perversa, entre a qual resplandeceis                                                                                                                                                     como astros no mundo.” Filipenses 2.15

                                            Fique alerta

Alex um adolescente cristã, está fazendo intercâmbio cultural nos they USA ( Estados Unidos da America ) é a primeira vez que passa suas férias longe de sua família e de seu país. Ao chegar a Nova Iorque, ficou impressionado com o luxo da cidade. No lar provisório conheceu dois novos amigos: Thomas e Jonh.
Thomas ora, lê a Bíblia e frequenta a  Igreja, mas enquanto isso Jonh não se importa com Deus e diz: “estar curtindo a vida”. Alex então enfrentou o desafio de ser fiel a orientação Cristã o qual receberá de seu pai, pastor de uma Igreja, em vez  de curti a vida por estar longe de seus pais e cometer coisas que desagradam á Deus.
E o adolescente cristão tem de ser assim influenciar e não se influenciado pelo mundo. Nós não devemos deixar ser influenciados por essas pessoas que falam que a vida no mundo é melhor, mas devemos sim influenciar mostrar para eles a gloriosa palavra de Deus, mostrando nossa fé no Senhor e para isso temos que ter uma vida exemplo ser um atalaia, como Jeremias e não se contaminando com os manjares que o mundo estar a nos oferecer com Daniel.
E hoje vamos estudar como viver em meio a essa sociedade e não se contaminar com esse mundo que nós oferecer coisas boas aos olhos, mais seu salário e a morte.

                                                               Palavra viva

É impossível não nos relacionarmos, porém a Bíblia informa: “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.” I Co 15.33 . Assim como Azarias, Misael, Ananias e Daniel. Que foram levados cativos para a Babilônia, lá os seus pais não estavam, poderiam como muitos dizem curti a vida, se esquecendo dos mandamentos que seus pais lhe ensinara vivendo de acordo com o povo da Babilônia, que adoravam a vários deuses, mas não deixaram ser influenciado por aquele povo muito pelo contrario o influenciaram. Assim deve ser o jovem cristão, não se esquecendo dos mandamentos do seu pai nem do conselho de sua mãe como diz no livro de provérbios, e guardando os mandamentos do Senhor no seu coração, como diz o salmista “a tua palavra escondi na tabua do meu coração para eu não pecar contra Ti Senhor”. Aonde quer que você esteja nunca se esqueça do Senhor Teu Deus, como aqueles jovens fizeram, porque e fácil falar de Jesus, o difícil e viver uma vida de santidade diante de Deus, rejeitando os manjares que o mundo tem nos oferecido, algumas vezes pode parecer até agradáveis mas não vale apenas nos contaminamos com as coisas deste mundo pois o seu final e a morte e morte eterna.

                                                         A metrópole

A Babilônia um dos maiores império da antiguidade que dominou o mundo por décadas supervalorizado a sua beleza, os ídolos, os sábios, a excelência e a estética, seus visitantes se maravilhavam pois não era só uma força armada, mas uma extraordinária grandeza arquitetônica cultural e política. Seus jardins suspensos eram uma das sete maravilha do mundo antigo, era um povo grandioso.
Na questão religiosa  A natureza exata desse conhecimento secreto é indicada pela referência á Babilônia. Nos tempos do Antigo Testamento, a Babilônia era o inimigo constante de Deus e de seu povo, tanto espiritual como politicamente, A cidade encarnava a constante pressão da falsa religião sobre os propósitos salvíficos de Deus. No cap. 47 do livro de Isaías vemos como Deus condena a Babilônia, por causa da sua corrupção espiritual e de suas experiências religiosas pervertidas, resultantes da sua podridão.

Aqui o contexto possui uma importância especial. Vendo os caps. 40-46, estes conduzem propositalmente, em forma de contraste, ao desmascaramento dos ensinos falsos de Babilônia, que segue. E havia  53 templo e 10 altares a deusa Ishtar.
Mas  o que adiantava ser um grande povo mais a presença de Deus não estar com eles, assim é nos dias atuais o que adiante ser um grande homem ter tudo do bom e do melhor aqui na terra, mas não ter a presença do Senhor e ir habitar sua eternidade no lago de fogo. Em diante a esta palavra pare e pense como sua vida estar e na eternidade onde você irá habitar.

                                                    Procura-se príncipes

Para fortalecer seu reino  o rei Nabucodonosor, invadiu a Jerusalém em 605 a.C através de um cerco que levou três anos e disse: “E disse o rei a Aspenaz, chefe dos seus eunucos, que trouxesse alguns dos filhos de Israel, e da linhagem real e dos príncipes,Jovens em quem não houvesse defeito algum, de boa aparência, e instruídos em toda a sabedoria, e doutos em ciência, e entendidos no conhecimento, e que tivessem habilidade para assistirem no palácio do rei, e que lhes ensinassem as letras e a língua dos caldeus.” Daniel 1.3-4
Foi nessa época que Daniel foi levado para servir ao rei, numa metrópole.
Babilônia tinha tudo de bom e melhor para os oferecer ( e dentre isso serviam- lhes manjares que eram oferecidos a Merodaque o deus todo poderoso para eles: E o rei lhes determinou a porção diária, das iguarias do rei, e do vinho que ele bebia, e que assim fossem mantidos por três anos, para que no fim destes pudessem estar diante do rei.E entre eles se achavam, dos filhos de Judá, Daniel, Hananias, Misael e Azarias;E o chefe dos eunucos lhes pós outros nomes, a saber: a Daniel pôs o de Beltessazar, e a Hananias o de Sadraque, e a Misael o de Mesaque, e a Azarias o de Abednego.” Daniel 1.5,8. E por esse motivo Daniel colocou em seu coração de não se contaminar com aqueles manjares, e também seus nomes foram mudados em oferecimentos aos deuses babilônicos.)
Mais aqueles jovens não se deixaram levar por essas regalias, e sim continuarão servido ao seu Deus diante dessas coisas. E você como esta sua vida? Como tem reagido em meio a esse mundo?

                                   Acomodar para não incomodar?

 Quantas pessoas em nossos dias atuais se acomodam com as coisas do mundo para não haver um conflito para mim isso é m absurdo, pois o que é certo é certo e o que é errado é errado, só tem duas opções ou você está no caminho de Deus ou não está não existe o meio termo como muitos falam, olha só para aqueles quatro jovens eram diferentes em tudo dês dos estudos até a alimentação, e por esse motivo o Senhor o fazia prosperar e isso trazia ciúmes para seus antigos companheiros de classe, que só queriam ver a queda de Daniel, e hoje tem muitas pessoas assim que querem ver a sua queda só que o nosso Deus nos exalta perante elas. E não temos que ser igual ao mundo estamos aqui para fazer a diferença mostra que nossa vida é dedicada ao nosso Senhor e Salvador, pois vivemos para que SEU NOME SEJA EXALTADO.!!

                       Buscar a excelência sem perder a essência

Aqueles jovens em tudo quanto fizeram se mostravam excelentes, e em meio a tudo isso não perderam a fé em Deus e assim nós temos que ser, mostrando em tudo que somos melhores glorificando e exaltando ao santo nome De Deus nunca esquecendo de nosso criador. Sendo luz em meio a uma sociedade que vive em trevas

                                         Associados e felizes!

Em toda a historia desses jovens vemos que viveram em sociedade não se esquecendo de Deus o nosso Senhor é salvador. Pois viver em sociedade é importante pois temos que nos comunicar, mas nunca se esquecendo dos mandamentos do Senhor. Há e não podemos ser influenciados mais temos que influenciar as pessoas do mundo a parti do nosso viver, mostrando que o Senhor é conosco.
Amem